#5 Dicas para tornar sua startup mais atraente

O 100 Open Startups conecta a sua startup com mais de 700 grandes empresas para que, juntas, vocês possam co-criar soluções e estabelecer formas diversas de relacionamento, como projetos piloto, investimento, aceleração, entre outros. Mas, para que este universo de oportunidades se abra, é preciso primeiro despertar o interesse dos executivos destas grandes empresas, o que é especialmente difícil de fazer se você não tem bagagem de negócios ou ainda não se apresentou para investimento.

Se você deseja tornar sua proposta mais atraente na plataforma, este post é para você 🙂

Vamos às dicas:

1. Breve descrição

Pense nela como um tweet ou o elevator pitch de um andar só. A ideia é que você consiga compactar em apenas uma frase o que a sua startup faz, ou seja, a sua proposta de valor. Para isso, talvez você queira deixar de lado um pouco do “como” ou o “para quem”, a menos que consiga condensar também estas informações em um jargão só como “marketplace” ou “SaaS”.
A descrição curta é muito importante porque é uma das poucas informações a que o avaliador tem acesso quando recebe o card da sua startup no app como sugestão de match. Ela pode definir se ele abre a proposta completa para ler ou se ele descarta o match imediatamente.

2. Logo e título

O visual da sua proposta também importa. O nome da startup idealmente pode entregar um pouco do seu produto/serviço ou mesmo o setor em que atua. Além disso, pode causar uma impressão de forma que depois o avaliador possa comentar com um colega ou com o chefe sobre você. Se ele não consegue pronunciar ou não consegue se lembrar do nome da sua startup, mesmo se tiver gostado da proposta, pode dificultar o fechamento do negócio.

3. Vídeo de pitch

O avaliador mais ocupado pode não ter tempo de ler toda a proposta da sua startup ou, ainda, preferir o conteúdo passado de forma mais dinâmica, através do vídeo. Tire 1h do seu dia para esquematizar 1 ou 2 minutinhos de pitch passando pelos pontos mais importantes da proposta e grave com um celular bom ou uma câmera. Lembre-se de usar um tripé, apoio, ou pedir a alguém que te grave, para que o vídeo não fique tremido ou desfocado, dando uma noção amadora. Você também pode optar por utilizar um vídeo animado profissional.

4. Tags certas

As informações que você provê na proposta da sua startup são o que guia o algorítimo de sugestões (matchmaking) do 100 Open Startups. Por isso, é importante pensar com cuidado cada uma delas, em especial as tags, os desafios, setores e as tendências de inovação declaradas. Se você for mais abrangente do que a sua solução, ela poderá ser apresentada a avaliadores que não estão realmente interessados, e isso pode acarretar em avaliações negativas. Da mesma forma, se for restrito demais, ela poderá ser apresentada apenas a um grupo pequeno de pessoas e perder chance de fazer negócios.

5. Convide a sua rede

O endosso de pessoas que conhecem você e a sua startup afundo é essencial para conquistar novos matches. Em especial no que diz respeito às Open Corps patrocinadoras do programa, pois estas empresas têm acesso a um dashboard de busca ativa, onde podem ver como cada startup foi avaliada pela rede. Uma startup com alguns A’s e declarações de interesse certamente chama mais a atenção para fechar negócio do que uma sem validação. Além disso, seus contatos podem ser o “empurrão” que falta para você subir de nível e começar a ser apresentado para executivos ou mesmo investidores!

Com essas dicas, sua startup não passará desapercebida 😉 Corra para atualizar sua proposta em http://startup.openstartups.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *