Natura é TOP3 Open Corp do Ranking 100 Open Startups 2018!

A Natura tem sido referência para muitas empresas no engajamento com startups e esses esforços se refletiram na publicação do Ranking TOP50 Open Corps, há pouco mais de um mês: a empresa de cosméticos levou para casa o prêmio de terceiro lugar.

Em entrevista com Luciano Abrantes, diretor de Inovação Digital da Natura, perguntamos quais foram os maiores aprendizados para se chegar a este patamar. “Sabemos que é impossível chegarmos a todas as respostas e criarmos todas as soluções de maneira isolada. Por isso, é fundamental se conectar com o ecossistema de inovação para seguir fortalecendo nosso negócio e trazer diferenciação. Desde o ano passado, a Natura amadureceu bastante o Programa Natura Startups, criando novos processos de relacionamento com o ecossistema, novas formas de engajar as áreas internas a abrir espaço para a realização de pilotos, além de trazer para a estrutura do Programa, pessoas de todas as áreas de inovação da empresa para que fosse um movimento transversal”, disse. A empresa tem se readequado para conseguir extrair o máximo dessa conexão, criando, por exemplo, novos modelos comerciais, processos internos e até lançando novas iniciativas, como o Programa de Aceleração, em parceria com o CESAR.Labs, e o Amazônia Up para fomentar o empreendedorismo na região e a expansão do Programa em outras geografias onde a Natura possui operações, começando pela Argentina.

O desafio, daqui para frente, é seguir encontrando boas oportunidades de corporate-startup engagement. “É importante para que o engajamento com as áreas da empresa siga crescendo e ganhando espaço”, disse Luciano. O mindset de inovação aberta é amplamente difundido por todos os departamentos e níveis hierárquicos.

Inclusive, perguntamos qual o segredo da Natura para ter este ideal de inovação aberta tão intrínseco ao seu DNA e, é claro, como outras empresas podem fazer para conseguir uma posição no Ranking. Luciano recomendou: ” Tenha pessoas que conseguem transitar entre o mundo corporate e o mundo das startups, garantindo sempre que a relação está sendo ganha-ganha”.

Entre os cases de sucesso da Natura, três se destacam: a parceria com a Taqe para processos seletivos de jovem aprendiz e público operacional, a utilização dos serviços da Rank My App, para otimização dos aplicativos da empresa nas Stores, e a Social Miner, para a criação de relacionamento personalizado, maior proximidade com o público e aumento nas vendas no e-commerce.

É interessante ver que as startups que atuam no âmbito dos departamentos de suporte também são bastante relevantes, assim como as soluções para o core business da Natura. Isso é reflexo da preocupação não só com o fortalecimento do negócio, mas também com a melhoria e aumento de produtividade de toda a cadeia produtiva e um atestado do mindset colaborativo de todos os executivos.

Por fim, Luciano compartilhou suas percepções sobre o programa 100 Open Startups, do qual participaram da construção há 10 anos: “O 100 Open Startups é um importante movimento que nos coloca em contato com todo o ecossistema de maneira muito fácil e integrada. Estar conectado a este programa e às suas iniciativas é uma forma de estarmos sempre nos oxigenando e abrindo os olhos para novas oportunidades”, disse.

Você também pode começar agora a se conectar com as startups mais atraentes na opinião do mercado corporativo e liderar a transformação de sua empresa. Solicite seu match em https://openstartups.net/ranking

Confira o pitch completo da Natura na premiação do Ranking:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *