FINEP + BNDES

A cooperação entre as duas maiores agências governamentais de apoio à inovação, a FINEP e o BNDES, deve resultar em R$ 1,7 bilhão em recursos disponíveis por meio de dois programas. O anúncio foi feito no final de maio na abertura da 4ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação.

“Esta cooperação evidencia a tendência de uma articulação mais coordenada entre as diferentes agências de apoio à inovação no país”, diz Rafael Levy, sócio-diretor da Allagi. “Essas atividades mais coordenadas têm o lado positivo de permitir uma maior complementaridade entre os programas, financiando todo tipo de despesa e investimento necessário no processo completo de inovação”, completa.

Em um dos programas, a FINEP receberá do banco R$ 750 milhões para financiamento a taxas fixas subsidiadas de projetos de P&D nas áreas prioritárias da Política de Desenvolvimento Produtivo (taxas de 3,5%) e de estudos e iniciativas de implantação de mudanças de processos de P&D (taxas de 4,5%).

O outro programa prevê investimentos de até R$ 1 bilhão entre 2011 e 2013 para apoiar a inovação no setor de bioetanol, principalmente no aproveitamento do bagaço e da palha da cana de açúcar para produção de etanol e novos produtos. Serão passíveis de apoio empresas e instituições de ciência e tecnologia que trabalhem individualmente ou em parceria. O financiamento será oferecido nas diversas modalidades disponíveis na FINEP e no BNDES, como crédito, subvenção, participação societária e cooperação ICT-empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *