Para dar gás à inovação

British Gas investe em Pesquisa & Desenvolvimento no Brasil.

O parque tecnológico da Ilha do Fundão, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, receberá o Centro Global de Tecnologia da BG Group (British Gas) até 2013, mas as atividades da parceria devem começar antes mesmo de sua conclusão. A companhia, que atua na área na exploração e produção de hidrocarbonetos na Bacia de Santos, pretende investir cerca de U$ 1,5 bilhão em P&D no Brasil até 2025. A cooperação entre as organizações será um marco nos processos de inovação aberta da empresa no país, já que o complexo tecnológico produzirá cerca de 80% de toda pesquisa e desenvolvimento do BG Group no mundo.

A inovação aberta está na base de seu modelo de pesquisa e desenvolvimento, já que a BG não realiza pesquisas internamente, mas sempre em parceria com outras instituições. De acordo com a empresa, esse posicionamento se reflete em uma atitude muito flexível em relação à propriedade intelectual. No caso carioca, a empresa irá se valer da UFRJ para dar rumo a suas pesquisas. A BG pode atuar tanto no financiamento da construção de laboratórios quanto na instalação de institutos voltados para pesquisas que vão ao encontro dos interesses industriais.

Segundo informações da UFRJ, a cooperação deve focar no desenvolvimento de projetos de pesquisa envolvendo rochas carbonáticas, gerenciamento de CO2, segurança e integridade. O site da instituição informa que serão feitas parcerias com diversos setores da UFRJ, entre eles, o Instituto de Geociência, o Programa de Engenharia Química, o Grupo de Simulação e Controle em Automação e Robótica e os Laboratórios de Métodos Computacionais em Engenharia, de Métodos de Modelagem e Geofísica Computacional e de Tecnologia Submarina.

Além do trabalho direto com a academia, a BG realiza uma série de pesquisas em conjunto com fornecedores e os incentiva a trabalhar com universidades brasileiras. Assim, a empresa leva adiante o objetivo de fazer a ponte entre a academia e a indústria. Esse tipo de ação tem como foco de longo prazo a criação de novas empresas de base tecnológica em toda a cadeia produtiva. Os investimentos realizados no Brasil pela companhia têm a ver com a relevância do país em termos econômicos. As operações da BG em território nacional devem representar um terço da produção mundial do Grupo nos próximos dez anos.

A BG Brasil faz parte do BG Group, uma companhia integrada de gás natural que tem base na Inglaterra e atua na exploração e produção de hidrocarbonetos em mais de 25 países. Também é acionista majoritário da Comgás, maior distribuidora de gás natural do Brasil, e do gasoduto Brasil-Bolívia. Com atuação em cinco blocos do pré-sal da Bacia de Santos, em parceria com a Petrobras, a BG Brasil será o segundo maior produtor de petróleo do país em 2020.

Incentivo ao intercâmbio

Os projetos conjuntos da BG com as universidades também envolvem o intercâmbio de pesquisadores e estudantes com instituições de excelência no exterior. Em junho deste ano, o grupo assinou uma carta de intenções no Palácio Itamaraty para financiar até 450 bolsas de estudo para estudantes e pesquisadores brasileiros nas melhores universidades e centros de pesquisa do mundo no período de cinco a oito anos.

“Estamos investindo cerca de US$ 17,5 milhões com o objetivo de contribuir para a melhora da competitividade tecnológica e a geração de inovação do Brasil. Esse projeto é parte de um ambicioso plano de investimento em pesquisa e desenvolvimento que traçamos para o país com investimentos em torno de US$ 1,5 bilhão até 2025”, disse diretor-executivo do BG Group, Martin Houston, na assinatura da carta de intenções, em Brasília, dia 21 de junho.

Esse projeto, em parceria com o CNPq e o Ministério da Ciência e Tecnologia, inclui estágios na indústria, participação de acadêmicos das melhores universidades mundiais, além da criação dos Institutos BG nas melhores universidades país, com mobilidade internacional para transferência tecnológica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *