3 em 1: Como você descreve a cultura de inovação e como promovê-la?

 Luis Eduardo Serafim
Gerente de marketing corporativo
3M do Brasil

“Uma cultura de inovação é um sistema que integra princípios, crenças, valores, processos e políticas alinhados com o objetivo de transformar uma organização e posicioná-la para o crescimento sustentado por meio de novos produtos, processos e modelos de negócio. Transformar uma organização em “verdadeira máquina de inovação” requer um comprometimento de longo prazo em uma jornada que irá requerer o estabelecimento claro de uma visão de futuro, a capacitação das lideranças e a criação de um ambiente de trabalho que estimule o empreendedorismo, a colaboração e a tomada de risco”.

 Rogério Martins 
Vice-presidente de inovação e desenvolvimento de produtos
Whirlpool Latin America

“A inovação é uma das prioridades estratégicas da Whirlpool Latin America. Para transformar essa estratégia em cultura, é preciso estimular os colaboradores e fazê-los entender a importância e o diferencial que o pensamento inovador pode trazer para a sua carreira e para os negócios da companhia. Na Whirlpool, as ideias são fundamentais no processo de criação, mas é a forma como são estimuladas que nos coloca entre as empresas mais inovadoras do país. Temos uma série de ferramentas e processos para estimular o pensamento inovador em todos os colaboradores, independentemente da área ou cargo. Além disso, temos uma cultura de diversidade com inclusão e um ambiente favorável à tomada de risco. Essa diversidade de culturas e pontos de vista é encarada como algo positivo e que agrega valor aos processos, aos produtos e ao desenvolvimento dos profissionais. Com isso, conseguimos obter resultados relevantes em todas as áreas da companhia”.

 Roberto Leite
Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento
Chemtech

“Em linhas gerais, inovação é uma invenção incorporada a um produto ou serviço que se torna um diferencial competitivo da empresa. Na Chemtech, a cultura de inovação se desenvolve na divisão de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), na universidade corporativa, em setores integrados de engenharia, em programas internos de fomento e em projetos e vendas. Um dos nossos primeiros clientes foi o Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras (CENPES), que criou demandas para nossas atividades de inovação. Desde 2008, temos desenvolvido e executado um plano estratégico que inclui um trabalho em conjunto com a equipe de inovação da Siemens. Mapeamos o mercado, definimos áreas estratégicas de investimento e criamos projetos de P&D para criação de novos produtos ou conhecimento”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *