OIS lança bases para formação sólida e geração de conhecimento em inovação aberta

Uma dificuldade com que os praticantes de inovação aberta por vezes se depararam é com certa deficiência na formação para lidar com o tema. Como se trata de uma área nova, não são muitas as opções para aprimoramento. Foi pensando nisso que nas edições passadas o OIS ofereceu seus primeiros cursos e, agora, vem trabalhando para sistematizar essa oferta.

Para o cientista-chefe da IBM, Fábio Gandour, a inovação aberta está ligada a diversos outros temas ou métodos que mesmo profissionais experientes da área têm pouco conhecimento, de modo que essa grade cumpre o papel de complementar a formação em tópicos específicos.

O diretor técnico do OIC, André Saito, explica também que muitas empresas apontam dificuldades em áreas variadas da inovação, como padronizar os processos da gestão da inovação, estruturar parcerias e inserir-se nos mecanismos públicos de fomento, por exemplo. As dúvidas podem estar de práticas mais básicas até mecanismos mais complexos e, por isso, a ideia é criar uma oferta para os diferentes níveis de prática.

“O centro se baseia no conceito de learning by doing e acredita na troca entre praticantes e pesquisadores para a aprendizagem das melhores práticas, bem como a construção do conhecimento”, afirma. Além de buscar uma agenda mais ampla de cursos, pretende-se que esse processo de aprendizagem em rede culmine em desenvolvimento de pesquisas para avançar no entendimento da área fundamentado pela academia.

Saito lembra que, quando se trata de implantar a inovação aberta nas organizações, é preciso considerar que se está lidando com mudança de cultura e paradigma. Segundo o professor de doutorado em gestão da inovação da FEI, Roberto Bernardes, esse é um fator decisivo. “É por isso que o centro trará para o seminário deste ano os principais especialistas em inovação aberta para fundar o grupo de pesquisa que irá alavancar esse projeto”, conta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *