Cooperação entre Alemanha e Brasil pode ser viabilizada para desenvolvimento sustentável

Quando se pensa em cooperação internacional, é importante encarar quais as potencialidades dos países visados. A Alemanha abriga institutos e empresas de tecnologia avançada e pode encontrar no Brasil parceiro importante para desenvolver novos projetos.

 Sabine Brunswicker
Chefe de Inovação Aberta do Fraunhofer Institute for Industrial Engineering

Para a chefe de Inovação Aberta do Fraunhofer Institute for Industrial Engineering, Sabine Brunswicker, atualmente o país encara o Brasil e outras nações emergentes como importante fonte de recursos e capital intelectual. “Estamos convencidos de que Brasil e Alemanha vêm trabalhando bem em colaboração. Mais que transferir tecnologia, nosso foco no país é trabalhar junto para desenvolver novas soluções”, diz.

Segundo ela, uma das áreas na qual os dois países enxergam um de seus maiores potenciais é o desenvolvimento sustentável. Sendo um dos países com ecossistema mais rico do planeta e aliado a um contexto de desenvolvimento econômico, seu meio ambiente sofre forte pressão. Por isso, a proteção dos recursos naturais é um dos desafios mais pungentes do Brasil. Ao mesmo tempo, essa é uma das áreas em que a Alemanha já vem trabalhando e, por isso, surgem oportunidades interessantes de colaboração.

“Estou trabalhando em um projeto no Rio de Janeiro ajudando a identificar novos negócios para tecnologia limpas, aliando inovação aberta e experimentação de modelos de negócio. Juntamos forças principalmente em relação à experiência de gerenciamento para fazer esse negócio dar certo”, exemplifica Sabine. “Há muito que pode ser trabalhado nessa área”.

Sabine entende que o Brasil está no foco de grandes empresas, que aos poucos abrem centros de pesquisa no país. O desafio é aproveitar essas oportunidades e acelerar o processo para estabelecer conexões promissoras. Ela ressalta ainda o papel do governo para ajudar empresas de pequeno e médio porte a se inserirem nesse movimento, uma vez que têm menos recursos disponíveis, mas podem desempenhar importante papel no processo de inovação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *