O que é uma Aceleradora?

 

No ecossistema empreendedor, nos deparamos com diversos termos novos, como por exemplo é o caso das aceleradoras de negócios. Afinal, o que é uma aceleradora?

Aceleradoras são espaços onde startups mais maduras terão um contato intenso com o universo empreendedor e de inovação para transformarem seus negócios e torná-los atraentes a grandes investimentos em pouco tempo. O foco principal de uma aceleradora é garantir a escalabilidade do negócio que nela habita.Nas aceleradoras as startups terão acesso a mentorias específicas, espaços físicos, programas de crescimento e de fomento (survival money) para o desenvolvimento de negócios, além de poder estar em contato com uma rede de networking que pode acelerar muito a jornada de negócios.

Aceleradoras normalmente investem uma pequena quantia em suas startups de aposta (podendo isso ser feito em forma de controle acionário) para que estas possam sobreviver até chegar ao ponto de equilíbrio (break even) em que consigam pagar suas contas com os faturamentos de seus produtos e serviços. Além disso, muitas aceleradoras estão em contato direto com investidores que buscam nelas validações e ideias que acreditam valer a pena. Na prática sabe-se que algumas aceleradoras também acabam investindo em ideias mais cruas que poderiam estar em fase de incubação ainda mas que acreditam ser boas apostas, ou seja, não necessariamente as aceleradoras estão de olho apenas nos empreendimentos maduros.

Devemos lembrar que o intuito de uma aceleradora não é amparar o negócio estruturalmente, ou seja, fornecendo-lhe espaço para laboratórios e escritórios fixos. O caráter da experiência empreendedora dentro de uma aceleradora é transitório e determinado no tempo pelas partes. Portanto, ao adentrar em uma aceleradora, sua startup fechará um contrato de um determinado período em que, caso ali não sejam atingidas as expectativas de negócio esperadas, o programa poderá ser encerrado.

 

A 100 Open Startups é uma Aceleradora?

Muito embora a 100 Open Startups também ajude empreendedores de todo o mundo a tirar suas ideias do papel e validá-las diretamente com o mercado, ela não se encaixa no conceito de aceleradora.

Isso porque a metodologia é embasada por uma plataforma online, onde os projetos são cadastrados e apresentados para especialistas, executivos e investidores de acordo de um algoritmo de matchmaking, que considera os interesses e expertises do avaliador na sugestão de startups.

Esta rede de mais de 10.000 avaliadores é então convidada a deixar uma nota sobre sua percepção do projeto, de A a D, um feedback escrito para ajudar o empreendedor a melhorar seu modelo de negócio, e declarar se possui interesse em continuar em contato com a solução ou não.

As startups que mais se destacam dentro da plataforma são convidadas para eventos presenciais, onde tem a chance de acelerar negociações e oportunidades de venda, investimento e parceria.

Não há, portanto, uma aceleração física ou mesmo exclusiva das startups participantes, que podem aplicar suas ideias e soluções a qualquer momento do ano – o fluxo da plataforma é contínuo -, e a seleção é feita apenas para eventos presenciais de acordo com a performance e manifestações de interesse que a startup recebe da rede de avaliadores.

Há, na verdade, uma integração da metodologia com o serviço realizado pelas aceleradoras, ambos os modelos sendo complementares: startups que tenham passado por um processo de aceleração recebem o benefício do Fast-Track dentro da plataforma, entrando já como Level 2 e sendo apresentadas diretamente para executivos.

Que tal inscrever seu projeto ainda hoje? Acesse https://startup.openstartups.net e cadastre-se.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *