Os impactos do encerramento de projetos de inovação nos times

Entenda como lidar com as falhas nos processos de inovação e como extrair aprendizados para construir novos desafios 

Publicado por Bridge Ecosystem  Escrito por Alejandra Flechas – Pesquisadora da FEA/USP

No texto de hoje, Alejandra Flechas, pesquisadora da FEA/USP, aponta os impactos internos gerados a partir do encerramento de projetos de inovação. Segundo a autora, quando os projetos são encerrados, alguns elementos, como o grau de envolvimento e comprometimento das pessoas, os mecanismos de governança da falha em projetos de inovação, os vieses e a estrutura mental dos indivíduos, podem desatar emoções e reações que podem dificultar ou estimular a vontade de participar em projetos subsequentes.

A busca progressiva das corporações por desenvolver inovações faz que este tema seja importante para preservar a saúde inovadora das organizações. Neste texto, serão discutidos alguns aspectos centrais relacionados aos impactos do encerramento dos projetos de inovação nos membros das equipes.

1. Encerramento dos projetos de inovação

O primeiro ponto é entender o que significa, o porquê e quando os projetos de inovação são encerrados. Encerrar um projeto significa decidir parar o projeto antes de ele ser completado. As organizações julgam que determinado projeto de inovação deve ser encerrado principalmente porque tal projeto não conseguiu atingir um umbral mínimo de desempenho previamente acordado. Ao encerrar projetos de inovação, as organizações desinvestem os recursos daquele projeto e reatribuem outras funções aos membros da equipe. Os projetos são encerrados para evitar perdas desnecessárias, para realocar recursos em outros projetos considerados mais importantes ou mais alinhados com a estratégia organizacional.

Quer saber os demais pontos para minimizar os impactos dentro da sua corporação? Então confira aqui o artigo na íntegra.

Esta é uma produção realizada pelo Bridge Ecosystem, Joint Lab entre a USP e a 100 Open Startups, que tem como objetivo a geração de novas metodologias e ferramentas para a gestão de ecossistemas de inovação.

A iniciativa foi criada com intuito de gerar metodologias e ferramentas para gestão de inovação e empreendedorismo no contexto de ecossistemas e veio em resposta à manifestação de gestores de open innovation que apontaram que a prática da inovação já não podia ser tão bem explicada pelas teorias, modelos e conceitos tradicionais.

A gestão de ecossistemas de inovação é tema essencial para a open innovation. Por isso, todos os meses, o Bridge Ecosystem tem espaço garantido na Open Innovation Week | Oiweek, principal encontro dos atores do ecossistema de inovação para trocar conhecimento, cocriar soluções e gerar oportunidades de negócio.

Oiweek

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.