Capacitação de lideranças e conexão com startups

Veja como o Sicredi tem focado na capacitação de lideranças para acelerar sua jornada de inovação com startups

O Sicredi, instituição financeira cooperativa, soma mais de 5,5 milhões de associados, além de mais de 30 mil colaboradores espalhados pelo país. 

Com um olhar atento para a aceleração de processos e produtos, a corporação está em uma arrancada ágil. Com a implementação da Transformação Digital, o Sicredi tem mirado na capacitação de times para acelerar também os processos de inovação, via conexão com startups. 

Para entender como o Sicredi pretende implementar a capacitação de open innovation para se relacionar com startups, conversamos com Rodrigo Murari Severo,  Especialista em Inovação no Sicredi. Confira:

Principais desafios para gerar resultados com open innovation

O Sicredi tem como objetivo de levar o cooperativismo de crédito para mais brasileiros  e vê a participação no ecossistema de inovação como ponto primordial da sua estratégia. Segundo Rodrigo, participar ativamente do ecossistema permite enxergar novas formas de trabalho. 

Com processos cada vez mais ágeis, principalmente quando falamos de conexões com startups, o Sicredi acredita também que aprimorar a experimentação e validação rápida de projetos tem sido ponto focal para o estabelecimento de uma cultura de open innovation. 

Como parte da estratégia de aceleração, a instituição lançou, em 2018, o programa Inovar Juntos, que visa gerar conexões com startups para cocriação de soluções. Mais de 430 startups já interagiram com o Sicredi, algumas delas premiadas no Ranking 100 Open Startups. Para Rodrigo, a conexão com startups é vital para seguir gerando as melhores experiências aos associados, mas é preciso ainda fortalecer a cultura de inovação internamente, e a capacitação de times é um dos caminhos.  

Para suprir esses desafios, o Sicredi aderiu ao Programa 100-10-1 Startups, programa de capacitação em rede criado pela 100 Open Startups e que engloba o Movimento Cultura Aberta para Inovação. 

Por que se capacitar em Open Innovation?

O Sicredi vê a capacitação como uma forma de conectar as oportunidades de open innovation com os planos de trabalhos dos times. E saber se relacionar com a pluralidade de soluções disponíveis no mercado é cada vez mais necessário. “Entendemos a importância de termos cada vez mais pessoas qualificadas e preparadas para apoiar nos processos de transformação.”, afirma Rodrigo. 

O Sicredi possui dois grandes objetivos no que tange à capacitação. A corporação vê o entendimento do ecossistema de inovação como uma forma para acelerar a resolução de suas demandas. O outro grande foco é potencializar a cultura de open innovation, de forma que os times possam interagir mais no ecossistema de inovação, gerando mais conexões e aprimoramento de processos. 

“Fomentar o desenvolvimento de habilidades e ter espaço para pontos de vista diferentes acerca dos processos de inovação é fundamental para contribuirmos com as evoluções”, reforça Rodrigo.   

A palavra-chave que define o que é cultura de inovação para o Sicredi é aprendizado!

Como implementar a open innovation dentro da sua corporação

Separamos três dicas dadas por Rodrigo que, segundo ele, contribuíram para a implementação da jornada de open innovation dentro do Sicredi. Confira:

Participar do ecossistema de startups 

É fundamental criar uma base de conhecimento e elevar o grau de participação no ecossistema das startups. Participar de agendas e criar caminhos para que os times possam se relacionar no ecossistema de inovação permitirá inovar com mais consciência. 

Avaliar processos internos

Avaliar quais processos internos estão dando certo ou não facilitará na visão de quais dores e soluções ideais. A área de inovação não deve agir de forma isolada. Promover a participação de outros setores ajudará a estabelecer a cultura de open innovation. 

Mapear pessoas 

Como dito acima, não é ideal que a área de inovação trabalhe isoladamente. Por isso, mapear pessoas de áreas cross, que possuem expertises variadas, permitirá que as ideias se renovem e se complementam, gerando maior engajamento com os processos de inovação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.