Disseminação da Cultura e da Inovação na Danone 

Veja como a Danone está inovando a prática da inovação como forma de fomento à Cultura

No bate-papo de Cultura desta semana, conversei com Daniela Pizzolatto, Gerente de Open Innovation na Danone, para saber sua percepção e insights sobre cultura e como ela impacta na prática da Open Innovation dentro das empresas.

A Danone sempre teve, em seu DNA, a inovação e a sustentabilidade. Desde seu nascimento, há mais de 100 anos, o fundador da empresa, Isaac Carasso, iniciou a venda de iogurtes em potes de porcelana em farmácias, uma solução para a desnutrição infantil que, naquela época, assolava a saúde das crianças. Segundo Daniela, essa cultura de pensar nas pessoas e no planeta permaneceu em todas as filiais ao redor do mundo, consolidando, assim, um ambiente de trabalho leve, colaborativo e muito relacional. Hoje, o slogan mundial da Danone é: One Planet. One Health.

Com cerca de 4.500 funcionários no Brasil, a Danone criou níveis de maturidade diferentes no que tange inovação. Um dos motivos dessa diferença é que, até outubro de 2021, a empresa tinha três unidades de negócio apartadas (Nutrição Especializada, Águas e Lácteos & Plant-Based), com estruturas verticalizadas. Aquelas que implementaram mais iniciativas de inovação envolvendo os próprios colaboradores, seja em programas de intraempreendedorismo ou a partir do contato com startups, tornaram-se mais abertas ao erro e a pensar fora da caixa

“A cultura pode modelar comportamentos para que as pessoas estejam cada vez mais abertas à colaboração e ao erro, além de reduzir a necessidade do resultado imediato, desafiando a empresa a quebrar paradigmas buscando inovar sempre!”, afirma Daniela. 

Estratégia + open innovation + cultura = mudança

Com a integração das unidades de negócio, em 2021, surge a área de Business Transformation, que tem a função de trazer soluções mais disruptivas para a empresa, de médio e longo prazo, por meio de três principais pilares: conexão com a estratégia da empresa, ações de open Innovation e construção e disseminação da cultura de inovação.

Durante esse processo de consolidação da nova cultura da Danone, várias iniciativas estão sendo desenvolvidas para capacitar seus colaboradores quando o assunto é inovação, com o objetivo de empoderar áreas a se conectarem com startups. Dentre essas, a Danone irá promover uma espécie de “academia interna” para disseminar o mindset da open innovation a partir de programas de intraempreendedorismo e mindset ágil.

Pensando em desafios culturais para a prática da open innovation, Daniela acredita que o choque cultural entre startups e grandes empresas é um dos principais motivos para as dificuldades dessa prática. As startups esperam colaboração e até mentoria de empresas parceiras, o que muitas vezes não acontece por parte dessas grandes empresas. A Danone já alterou diversos processos internos para amenizar essa diferença cultural com startups, como por exemplo a implementação de um novo processo de compras e homologação, exclusivo para startups. Com isso, o processo de pagamento e aprovação de contratos foi agilizado, beneficiando os dois lados.

Ranking 100 Open Startups 

A Danone foi premiada como TOP Open Corp na categoria TOP 5 Bens de Consumo e Alimentação do Ranking 100 Open Startups 2021, por seu desempenho em open innovation com startups.

“Acreditamos que a saúde do planeta e das pessoas estão interligadas. Por isso, para nós, é importante utilizarmos a nossa escala para ajudarmos a realizar negócios de uma maneira diferente. Ajudamos no desenvolvimento das startups e, com isso, aprendemos e trazemos agilidade para dentro de casa. Além de impactar, via transformação cultural, todos os nossos colaboradores”, afirma Edson Higo, CEO da Danone. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.